Presidente da Abras culpa lavoura e câmbio pela carestia da cesta básica

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

O presidente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), João Sanzovo Neto, disse nesta quarta-feira (9) que o setor não é o responsável pelo aumento no preço dos produtos da cesta básica. Ele participou no Palácio do Planalto de reunião com o presidente Jair Bolsonaro e com o ministro da Economia, Paulo Guedes nesta tarde, mas afirmou que  só soube pela imprensa que o Ministério da Justiça e Segurança Pública havia notificado a Abras para explicar a disparada dos preços, principalmente do arroz e do óleo de cozinha.

“Nós não vamos ser vilões de uma coisa que não somos responsáveis. Muito pelo contrário. Por isso que avisamos a Senacon (Secretaria Nacional do Consumidor), a imprensa e o governo sobre o que está acontecendo.”

João Sanzovo Neto disse ainda que enviou um ofício à Senacom  assim que foi constatado o aumento no preço do arroz.“São situações raras, porque commodity é sazonal. Chove demais, seca demais. O problema está na lavoura e no câmbio. É assim que funciona”. (O Antagonista).

1 comentário em “Presidente da Abras culpa lavoura e câmbio pela carestia da cesta básica”

  1. A gestão de estoques de alimentos básicos é responsabilidade do Governo Federal. A bajulação ao agronegócio chegou ao ponto de comprar os alimentos dos fazendeiros e pagar em dólar. O Fazendeiro exporta tudo sem nenhum controle de estoques nacionais e depois o governo importa a própria soja, arroz, milho, óleo vegetal em dólar!!! Esse Guedes com essa política de agronegócio ainda gosta que vc aplauda quando recebe de graça o potinho da vaselina… Vcs estão cegos?

Deixe uma resposta