No final do serviço as pessoas estavam carregando o caixão em direção ao carro funerário quando um dos homens tropeçou num degrau.

O caixão caiu no chão com um baque e todos ouviram um leve gemido.

Abrindo a tampa perceberam que a mulher estava viva!

Depois disso a senhora viveu mais 10 anos até morrer  “de verdade”.

Como aconteceu antes, o velório foi realizado na mesma sinagoga.

No momento da saída do funeral, o marido, apavorado, gritou:

– “Pelo amor de D-us, cuidado com o degrau!”