Se for preciso, Paraná retoma quarentena restritiva, diz secretário da Saúde

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

 O secretário de Saúde do Paraná, Beto Preto, disse nesta quarta-feira (15) que não vê momento para lockdown total no Estado, mas que, se for preciso, vai retomar a quarentena restritiva. “Vamos continuar avaliando junto com as prefeituras que vão retomar seus decretos. Se for necessário entrar com o decreto rigoroso de novo, vamos fazê-lo, sem nenhuma força”, garantiu.

O decreto da quarentena ficou em vigor em sete regiões do Paraná por 14 dias e não foi renovado na terça (14). No Litoral, as medidas restritivas continuam valendo até o dia 21 deste mês.

Beto Preto afirmou que o decreto foi colocado em prática no momento certo, mas que não houve adesão total, principalmente com relação à taxa de isolamento social. “Nós chegamos a 41,42, 45%, mas precisamos chegar a pelo menos 50%. Isso nos leva a acreditar que o decreto teve valor, mas não teve adesão total”, ressaltou.

Ele destacou ainda que a decisão sobre a não renovação do decreto nas sete regiões não foi política. “Não queremos fechar nada, queremos que o cidadão tenha saúde”. (Do G1 Paraná).

 

Deixe uma resposta