Ricardo Barros diz que foi mais citado que Bolsonaro no relatório da CPI da Covid

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
O líder do governo na Câmara dos Deputados, Ricardo Barros (PP-PR), rebateu, via redes sociais, as imputações contra ele feitas no relatório da CPI da Covid pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL).No Twitter, o parlamentar escreveu: “Estou mais citado no relatório que Bolsonaro. Não engoliram o contraponto que fiz em meu depoimento”. Ainda de acordo com Barros, os senadores “confundiram” as ações dele como ministro da agenda que ele conduzia junto a empresas privadas que possui. As informações são de Júlia Schiaffarino, do portal Congresso em Foco.

Cpi da Covid.Quanto a meu envolvimento na compra da Covaxim todos os ouvidos negaram meu envolvimento. Estou mais citado no relatório que Bolsonaro. Não engoliram o contraponto que fiz em meu depoimento. E incluíram erroneamente meu tempo como ministro da saúde e minhas empresas. pic.twitter.com/7lNPp9Wxnb

— Ricardo Barros (@RicardoBarrosPP) October 20, 2021

O deputado afirma que todos os envolvidos que depuseram na CPI negaram o seu envolvimento no esquema de intermediação para a compra pelo Ministério da Saúde da vacina indiana Covaxin. (Do Congresso em Foco).

 

Deixe uma resposta