Rapidez: sai novo edital da consignação

O governo foi rápido: já lançou um novo edital de licitação para contratar empresa de software que será encarregada de administrar os empréstimos consignados ao funcionalismo estadual. A abertura das propostas foi marcada para o próximo dia 8 de novembro.

Rapidez: sai novo edital da consignação

Inicialmente, pretendia licitar na segunda-feira (23), mas foram apontadas tantas irregularidades no edital original que a secretaria estadual da Administração e Previdência decidiu suspender a concorrência. Deu como desculpa a impossibilidade de examinar e responder a tantas impugnações que vieram do Brasil inteiro.

O novo edital, porém, não corrige o principal questionamento: ganhará a licitação a empresa que mais pagar ao governo pelo direito de gerenciar, com dados fornecidos pela Celepar, as margens de consignação (valores dos empréstimos e das parcelas) que serão descontadas dos salários dos servidores que tomarem empréstimos nos bancos credenciados.

O valor mínimo desta outorga continuou fixado em R$ 7,8 milhões, mas pode vencer a competição a empresa que oferecer quantias maiores. Significa que quanto maior o valor pago pela outorga, maior será a taxa de juros a ser cobrada pelos bancos dos servidores públicos.

A empresa que detém o serviço atualmente ainda dispõe de mais dois anos de contrato, mas o governo decidiu antecipar uma nova licitação.

Eis a questão: a quem interessa?

1 COMENTÁRIO

  1. São lobos vorazes em busca das presas fáceis, os aposentados e pensionistas, a classe mais frágilizada pelo Estado, sem defesa pela sociedade civil e pelas autoridades de controle publico. Aí tem propósito escuso manifesto. Essa rapidez é própria para a rapina em vista. Vilania pura ! Federais venham logo !

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

%d blogueiros gostam disto: