“Quer continuar presidente? Não dá para dar um golpe, não?”

 

Após passar o comando do Mercosul ao presidente do Paraguai, Mario Abdo Benitez,  o presidente Jair Bolsonaro aproveitou a oportunidade e brincou, nesta quinta-feira (5), dizendo aos ouvidos do colega que, para continuar presidindo o bloco, era “só dar um golpe”.

Bolsonaro não percebeu que os microfones ainda captavam a fala e aproveitou para fazer uma crítica ao ex-presidente da Bolívia Evo Morales, que considera ter sido vítima de golpe que o obrigou a renunciar ao governo.

“Quer continuar presidente? Não dá para dar um golpe, não? Tudo quando eles perdem, dizem que é golpe. É impressionante, né?”, disse Jair Bolsonaro ao presidente   paraguaio.

O presidente participa em Bento Gonçalves (RS), da 55ª cúpula de líderes do Mercosul, bloco formado por Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui