Previdência: maioria é contra privilégio para servidores, diz pesquisa

Quase 66% dos trabalhadores brasileiros consideram que os funcionários públicos não deveriam contar com o privilégio de aposentadoria integral, recebendo o último salário de quando estavam na ativa. Os segurados da iniciativa privada se aposentam com no máximo o valor equivalente a 80% de 10 salários mínimos, embora tenham contribuído com muito mais. Apenas 28,7% concordam que os servidores se aposentem com salário integral.

Este é um dos resultados da nova sondagem de opinião do instituto Paraná Pesquisas, realizada em 26 estados, envolvendo 2.006 entrevistas, no final do ano passado. A divulgação dos resultados se dá no momento em que o governo Jair Bolsonaro se prepara para apresentar sua proposta de reforma da previdência.

O Paraná Pesquisas também aferiu a opinião dos entrevistados quanto a uma mudança importante no sistema previdenciário – isto é, a implementação de uma fórmula pela qual os segurados podem definir com quanto querem se aposentar e contribuam, de modo particular, com a alíquota correspondente. Concordam esta fórmula 63% dos entrevistados.

Veja aqui a pesquisa na íntegra:

2019-01-10T07:57:00+00:00 09 janeiro - 2019 - 16:20|Brasil, Paraná, Política|11 Comentários


11 Comentários

  1. Valdomiro Pena 9 de janeiro de 2019 em 16:47 - Responder

    Se alguns políticos roubassem menos, sobraria dinheiro para os funcionários da iniciativa privada se aposentarem com o valor do último salário. Essa é a verdade!

  2. loise 9 de janeiro de 2019 em 17:25 - Responder

    Seria mesmo um privilégio, pois um funcionário público que recebe R$ 1.500,00, quando se aposentar receberá os R$ 1.500,00, já o funcionário da iniciativa privada está sujeito àquela média de 80% das maiores contribuições. A injustiça para por aí. Já quando o salário é maior, a injustiça inverte, por exemplo, hoje um funcionário público em fim de carreira, que ganha R$ 15.000,00 contribui com R$ 1.650,00/mês, para a previdência e um funcionário da iniciativa privada, que também ganha R$ 15.000,00, contribui com R$ 642,77, façam as contas, já que ambos tem que ter 35 anos de serviço! Se alguém colocar R$ 1.000,00 todo mês na poupança, quanto ela terá em 35 anos. Os funcionários públicos não tem e nunca tiveram o FGTS, e uma boa parte deles nem casa própria consegue comprar.

  3. Leitora 9 de janeiro de 2019 em 19:32 - Responder

    Essa informação da loise é muito relevante. Tem gente que acha que todo funcion público é filho do morao e ganha 36 mil, mas em média ganham 3.600 e olha la

  4. Fabiano Seth 9 de janeiro de 2019 em 21:36 - Responder

    Obvio. 80% não sabem que os servidores contribuem sobre o salário integral. Institutos de “pesquisa” a serviço dos bancos.

  5. Zangado 9 de janeiro de 2019 em 22:56 - Responder

    O servidor público (aqueles que carregam o piano da administração pública), não os altos escalões e seus comissionados, estão sendo colocados como bodes expiatórios dessa escusa reforma previdenciária que, na prática, isenta os sucessivos governantes cujas gestões foram criminosas em relação aos fundos previdenciarios, sonegando quando não rapinando a parte a ser obrigatoriamente repassada pelo patrao-Estado. É um escândalo não serem responsabilizados e a mídia vir apregoando informações distorcidas da realidade. Loise fez comentário mais que oportuno e pertinente. Que ela não seja uma solitária andorinha nesse ar contaminado pela mentira.

  6. Reforma já 10 de janeiro de 2019 em 09:31 - Responder

    Olha os funcionários públicos se rebelando………….
    Média nacional de 15 mil reais, esse é o que o contribuinte paga.
    Lembram dos avanços, e que o salário inicial, com a contribuição paga, não mantem o sistema.
    Vide os Royaltes de Itaipu que foram para o Paraná Previdência, dinheiro de todos nós

  7. Xhyko 10 de janeiro de 2019 em 10:03 - Responder

    O Novo Jornal, edição de 06Jan2019, fez um excelente levantamento sobre os *50 maiores salários do Rio Grande do Norte*, pagos no mês de junho e a partir das listas divulgadas pelos próprios órgãos públicos. _Uma das maiores curiosidades do RN está desfeita_.

    1º Maria do Perpétuo Socorro W. de Castro R$ 179.887,06 Desembargadora federal – TRT;
    2º José Barbosa Filho R$ 165.992,93 Desembargador federal – TRT;
    3º Maria de Lourdes Alves Leite R$ 164.433,67 Desembargadora federal – TRT;
    4º José Dario de Aguiar Filho R$ 162.349,34 Juiz titular – TRT
    5º Antônio Soares Carneiro R$ 156.779,36 Juiz titular – TRT
    6º Dilner Nogueira dos Santos R$ 154.746,25 titular – TRT
    7º Bento Herculano Duarte Neto R$ 154.746,25 titular – TRT
    8º Lygia Maria de Godoy Batista Cavalcanti $ 153.478,51 Juiz titular – TRT
    9º Simone Medeiros Jalil R$ 152.902,46 titular – TRT
    10º Isaura Maria Barbalho Simonetti R$ 152.845,89 titular – TRT
    11º Luciano Athayde Chaves R$ 150.785,46 titular – TRT
    12º Tereza Cristina de Assis Carvalho R$ 149.561,65 titular – TRT
    13º Ronaldo Medeiros de Souza R$ 147.049,48 Desembargador Federal – TRT
    14º Hermann de Araújo Hackradt R$ 146.092,45 titular – TRT
    15º Ricardo Luís Espíndola Borges R$ 145.323,49 titular – TRT
    16º Joseane Dantas dos Santos R$ 145.323,49 titular – TRT
    17º Alexandre Érico Alves da Silva R$ 144.357,03 Juiz substituto – TRT
    18º Joanílson de Paula Rêgo Júnior R$ 143.391,26 Juiz titular – TRT
    19ª Zéu Palmeira Sobrinho R$ 140.240,71 Juiz titular – TRT
    20º Elizabeth Florentino Gabriel de Almeida R$ 138.153,28 Juiz titular – TRT
    21º Eridson João Fernandes Medeiros R$ 137.875,57 Desembargador federal – TRT
    22º Maria Auxiliadora Barros de Medeiros Rodrigues R$ 137.686,24 Juíza titular – TRT
    23º Manoel Medeiros Soares de Sousa R$ 137.191,03 Juiz titular – TRT
    24º Maria Suzete Monte de Hollanda Diógenes R$ 134.636,58 Juiz titular – TRT
    25º Daniela Lustoza Marques de Souza Chaves R$ 97.612,08 Juiz substituto – TRT
    26º Expedito Ferreira de Souza R$ 53.316,67 Desembaargador – TJ
    27º Kolberg Luna Freire Lima R$ 52.312,17 Técnico judiciário – TRT
    28º Clistenes Mikael de Lima Gadelha R$ 50.690,33 Procurador da Defensoria Pública
    29º Alceu José Cicco R$ 48.366,98 Juiz terceira entrância – TJ
    30º Ana Nery Lins de Oliveira Cruz R$ 45.249,85 Juiz terceira entrância – TJ
    31º Elaine Cardoso Teixeira R$ 45.032,78 Promotora – 3ª entrância -MP
    32º Andrea Regia Leite Hol Mace Heronilde R$ 45.032,29 Juiz terceira entrância – TJ
    33º Pedro de Souto R$ 44.976,51 Procurador de Justiça – MP
    34º Francisca Maria Tereza Maia Diógenes R$ 44.828,38 Juiz terceira entrância – TJ
    35º Paulo Roberto Dantas de Souza Leão R$ 44.815,73 Procurador de Justiça – MP
    36º Yvellise Nery da Costa R$ 44.051,92 Promotora de 3ª entrância – MP
    37º Virginia Rego Bezerra R$ 43.802,79 Juíza terceira entrância – TJ
    38º Fatima Maria Costa Soares de Lima R$ 42.643,89 Juiz terceira entrância – TJ
    39º Fabiana Fernandes Pinheiros de Medeiros Rodrigues R$ 42.408,02 Procuradora do Estado
    40º Carlos Adel Teixeira de Souza R$ 42.050,58 Juiz terceira entrância – TJ
    41º Severina Leno Ricardo da rocha R$ 41.390,15 Juiz de terceira entrância – TJ
    42º Ada Maria da Cunha Galvão R$ 41.037,65 Juíza terceira entrância – TJ
    43º Sandra Simões de Souza D Elali R$ 40.820,59 Juiz terceira entrância – TJ
    44º Francisco de Assis B Queiroz e Silva R$ 40.643,39 Juiz terceira entrância – TJ
    45º Ana Cláudia Secundo da Luz e Lemos R$ 40.486,31 Juiz terceira entrância – TJ
    Tareja Christina Seabra de Freitas Medeiros R$ 40.454,15 Juíza titular – TRT
    46º Sulamita Bezerra Pacheco de Carvalho R$ 40.426,33 Juiz terceira entrância – TJ
    47º Pedro Cordeiro Júnior R$ 40.402,26 Juiz terceira entrância – TJ
    48º Augusto de Macedo Tonel R$ 40.402,18 Promotor terceira entrância – MP
    49º Ana Cláudia Florencio Waick R$ 40.185,16 Juiz terceira entrância – TJ
    50º Rossana Maria Andrade de Paiva R$ 40.185,15 Juiz terceira entrância
    Professor *R$ 2.200,00*

    *E o trabalhador *R$ 998,00* para sustentar a família.*

    *_Ou a gente toma conta do Brasil, ou a vaca não sai do brejo, haja vista que essa turma recebe tudo isso para ferrar os empresários!_*

  8. Xhyko 10 de janeiro de 2019 em 10:03 - Responder

    E como está a Previdência no Paraná?

  9. Anthero Bialoviski 10 de janeiro de 2019 em 11:00 - Responder

    Funcionário Público tem FGTS?

    • Xhyko 11 de janeiro de 2019 em 10:19 - Responder

      Vc acha que aqueles funcionários que quebram a Previdência precisam de FGTS?

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Contraponto. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Contraponto se reserva os direitos de não publicar e de eliminar comentários que não respeitem estes critérios.

Deixe uma resposta