Presidente da Assembleia catarinense tem prisão domiciliar decretada

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

A Polícia Federal (PF) e a Receita Federal deflagraram a segunda fase da Operação Alcatraz, que investiga corrupção, fraude em licitação, lavagem de dinheiro e organização criminosa em Santa Catarina.

Estão sendo cumpridos 34 mandados de busca e apreensão, 11 de prisão preventiva e 9 de prisão temporária.

O deputado estadual Julio Garcia (PSD), 70 anos, presidente da Assembleia Legislativa do Estado (Alesc), teve a prisão domiciliar decretada, com uso de tornozeleira eletrônica.

Nesta fase da operação, são investigados contratos com empresários do ramo de tecnologia. A PF diz ter identificado pagamentos irregulares que somam R$ 500 milhões. (De O Antagonista).

 

1 comentário em “Presidente da Assembleia catarinense tem prisão domiciliar decretada”

Deixe uma resposta