(por Ruth Bolognese) – Por orientação da CVM (Comissão de Valores Mobiliários), o grupo Positivo distribuiu nota à imprensa onde esclarece a situação societária do fundador, Oriovisto Guimarães. Ele anunciou, nesta semana, que é pré-candidato ao Senado pelo Podemos, partido do senador Alvaro Dias.

Informa a nota que Oriovisto Guimarães foi um dos 8 fundadores do grupo Positivo, onde exerceu a presidência por 40 anos. Em 2010 transferiu os 20% do capital que detinha para seus filhos e em 2012 deixou totalmente a gestão da empresa para assumir outros empreendimentos e desafios profissionais.

O Positivo não faz nenhuma referência direta à pré-candidatura do fundador, mas informa que não terá qualquer envolvimento, não apoiará nenhum candidato, nem fará doações a quaisquer campanhas. Segue a íntegra da nota:

Nota à Imprensa
Esclarecemos que Oriovisto Guimarães foi um dos oito fundadores do Grupo Positivo, havendo exercido a Presidência do mesmo, do qual detinha 20% do capital, por 40 anos. Em 2010, transferiu a sua participação para seus filhos, e em 2012 deixou totalmente a gestão da empresa para assumir outros empreendimentos e desafios profissionais.
Esclarecemos ainda que, seguindo a legislação vigente, o Grupo Positivo não terá qualquer envolvimento, não fará qualquer apoio ou doação política a qualquer candidato.
Grupo Positivo
Governança e Estrutura Acionária

Estrutura Acionária
O Grupo Positivo atualmente é composto por duas divisões completamente independentes entre si, e com controle acionário distinto, ainda que 85% coincidente. São elas:

– Divisão de capital aberto: constituída pela Positivo Tecnologia S/A e suas subsidiárias, tem cerca de 30% de seu capital disperso na bolsa de valores. O controle está dividido entre 5 famílias (11 indivíduos). O seu Conselho de Administração é composto por membros apontados pelas famílias e membros independentes, seguindo as regras do Novo Mercado da CVM. A Positivo Tecnologia foi fundada em 1988.

– Divisão de capital fechado: é constituída pelo Colégio Positivo, Curso Positivo, Universidade Positivo, Editora Positivo e Posigraf. O controle está dividido entre 6 famílias (14 indivíduos). O capital está dividido em 6 holdings independentes, que apontam, cada uma, um representante para o Conselho de Sócios específico desta divisão. A primeira empresa do Grupo Positivo foi o Curso Positivo, fundado em 1972.

Sobre o Grupo Positivo
O Positivo foi fundado em 1972, a partir da ideia um grupo de professores visionários que criaram um curso pré-vestibular inovador. Hoje, a marca Positivo consolidou sua liderança em todas as áreas em que atua (Ensino, Soluções Educacionais, Cultura, Tecnologia e Gráfica), graças à qualidade de seus serviços e produtos. O Grupo Positivo conta ainda com o Instituto Positivo, com foco em centralizar e potencializar as ações de responsabilidade social e investimento social privado das suas empresas e unidades educacionais.