Pode ser punido procurador da Lava Jato que criticou o STF  

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) pode punir nesta terça-feira (22) o procurador da República Diogo Castor de Mattos, ex-integrante da Lava Jato no Paraná.

O processo disciplinar foi aberto a pedido do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli por causa de um artigo publicado no blog O Antagonista, no qual Mattos denunciava “o mais novo golpe à Lapa Jato: a decisão do STF, de março do ano passado, de enviar à Justiça Eleitoral casos de corrupção ligados a caixa 2.

O ministro Toffoli apontou manifestação ofensiva aos ministros da Segunda Turma — chamados de “turma do abafa” — e à Justiça Eleitoral — “o sonho de todo político corrupto”.

A pena sugerida é de censura, que impede promoção dentro do Ministério Público por um ano. A pena é a mesma aplicada recentemente ao procurador Deltan Dallagnol, ex-coordenador da força-tarefa da Lava Jato no Paraná.

 

 

Deixe uma resposta