O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse nesta sexta-feira (20) que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) deveria “trabalhar mais e tuitar menos”. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, a nova provocação entre os potenciais adversários nas eleições presidenciais de 2022 ocorre em meio ao anúncio feito na quinta-feira (19) pela montadora Toyota, que pretende investir R$ 1 bilhão em sua fábrica de Sorocaba (SP), gerando 300 empregos.

Nesta semana, Doria viajou ao Japão para participar da cerimônia de anúncio, ao lado de executivos da Toyota. Na ocasião, Masahiro Inoue, presidente da montadora para as regiões de Caribe e América Latina, disse que estava agradecido ao governo Doria “pelo diálogo aberto” e por construir com a empresa “uma forma de viabilizar o investimento”.

Após a repercussão, Bolsonaro queixou-se de não ter sido mencionado, alegando que o investimento está acontecendo “graças ao programa de valorização dos biocombustíveis do governo federal, o Renovabio”. O programa foi criado pelo governo Michel Temer para estimular a produção de biocombustíveis no Brasil em troca da redução de emissão de gases poluentes.