Para Bolsonaro, Brasil está virando país de pobres

O presidente Jair Bolsonaro fez  na manhã desta quinta-feira (14), na saída do Palácio da Alvorada, um apelo a governadores para que “revejam” as medidas de restrição e isolamento social, e se recusou a comentar as declarações do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em entrevista à CNN internacional.

“O Brasil tá se tornando um país de pobres. O que eu falava lá atrás, que era esculachado, vocês estão vendo a realidade agora aí, pra onde está indo o Brasil. Vai chegar um ponto em que o caos vai se fazer presente aqui. Essa história de lockdown, ‘vamos fechar tudo’, não é esse o caminho! Esse é o caminho do fracasso, quebrar o Brasil! Governador, prefeito, que entrou nessa onda lá atrás, faça como já fiz algumas vezes na minha vida, se desculpe e faça a coisa certa! (…) Tá morrendo gente, tá, lamento, mas vai morrer muito mais se a economia continuar sendo destroçada por essas medidas. (…) O apelo que eu faço aos governadores, revejam essa política, eu tô pronto pra conversar”, disse.

O presidente encerrou a entrevista ao ouvir uma pergunta sobre as declarações de Luiz Henrique Mandetta. “Esquece o Mandetta. Mandetta é carta fora do baralho”.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui