Morre em Curitiba a pianista Henriqueta Garcez Duarte

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

Morreu nesta segunda-feira (3), aos 92 anos, a pianista Henriqueta Garcez Duarte, uma das fundadoras do Festival Internacional de Música do Paraná, considerado embrião da Oficina de Música de Curitiba. Ela também ajudou a criar o instituto Pró-Música e  chegou a se apresentar com o Quarteto de Cordas Mozarteum, de Salsburg, o Quarteto Lindsay e o Quinteto de Sopros de Munique. Foi solista, entre outros, dos maestros Souza Lima, Isaac Karabtchevski e Roberto Schnorrenberg. Como pianista e conferencista, apresentou-se no Brasil, na Europa e nos Estados Unidos.

“Perdemos dona Henriqueta Penido Monteiro Garcez Duarte, famosa intérprete da nossa música brasileira. Talentosa pianista, mestre de toda uma geração, entusiasta da Scabi e da Pró-Música. Sua partida nos enche de tristeza. Seu legado é símbolo imortal da força transformadora da arte. Seja recebida na eternidade pelos anjos ao som de lindos cânticos e acordes, quais os que imprimia ao piano ao interpretar Brasílio Itiberê na Sinfonia Sertaneja”, declarou o prefeito de Curitiba, Rafael Greca.

Ao lado do marido, o engenheiro Eduardo Garcez Duarte, Henriqueta ajudou a criar em 1963 o instituto Pró-Música de Curitiba e, em 1964, participou do lançamento dos Cursos e dos Festivais Internacionais de Música do Paraná. A pianista foi também diretora da Escola de Música e Belas Artes do Paraná (1974-1978). Ela nasceu em União da Vitória, em 1928,

Deixe uma resposta