Ministro Eduardo Ramos vai para a reserva

O general quatro estrelas do Exército e ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, foi transferido para a reserva remunerada. A decisão foi publicada na edição desta quinta-feira (16), no Diário Oficial da União (DOU).

Um dos principais estrategistas do presidente Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto, o ministro era visto com desconfiança no meio militar, por manter-se na ativa e ao mesmo tempo estar tão próximo do gabinete presidencial. Segundo a coluna Radar, da revista Veja, críticos de Ramos avaliavam que ele associava a imagem do Exército às negociações inerentes ao cargo de articulador político do Planalto junto ao Congresso Nacional. Desta forma, havia uma pressão na caserna para que cargos políticos fossem separados das Forças Armadas.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

%d blogueiros gostam disto: