Michel Temer diz que não é conveniente iniciar agora impeachment de Bolsonaro

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
O presidente Michel Temer (MDB-SP) disse na noite dessa segunda-feira (27), no programa Roda Viva, da TV Cultura, que não seria conveniente iniciar neste momento um processo de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro. Segundo ele, a CPI da Covid, no Senado Federal,  pode concluir que o presidente teve “incúria” no combate à pandemia, o que eventualmente pode levar o Ministério Público a pedir o afastamento de Bolsonaro. Entretanto, Temer disse acreditar, todavia, que o momento não é o ideal para este processo.

“Se você me perguntasse um ano atrás, eu diria que talvez fosse o caso de começar um impedimento. Nesse momento, eu não acho adequado”, disse. De acordo com ele, o processo de impedimento é “traumático” e, com o mandato de Bolsonaro já em estágio adiantado, esse efeito se ampliaria.

Temer disse que o impeachment, por passar pelo Congresso, é um processo mais político do que jurídico e que, por isso, não consegue avaliar se Bolsonaro cometeu ou não crimes. “Não há condições para avaliar sobre o foco jurídico, porque o foco é sempre político”, afirmou.

 

Deixe uma resposta