Manifestação pede a saída do secretário da Educação do Paraná

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

Na manhã desta quarta-feira (7),  na frente do Palácio Iguaçu, sede do governo paranaeanse, a APP-Sindicato, o SindiSaúde, a União Paranaense de Estudantes Secundaristas (Upes) e a União Brasileira de Estudantes Secundaristas (Ubes) realizaram um ato para denunciar a gestão estadual e federal durante a pandemia. A APP-Sindicato pediu a demissão do Secretário da Educação do Paraná, o empresário Renato Feder.

As principais pautas da ação são a exigência da vacina para toda a população, a manutenção de um Lockdown efetivo para conter a contaminação por Covid-19 e o respeito à educação pública. Os manifestantes ainda estenderam faixas pedindo o impeachment do presidente Jair Bolsonaro e o afastamento de Renato Feder.

“Esse é um dia de mobilização, principalmente por ser o dia mundial da saúde. Na educação do Paraná, esse é um dia de mobilização pela retirada urgente de Renato Feder, que é um empresário que não entende de serviço público. Feder não respeita os(as) trabalhadores(as) da educação, não respeita estudantes e vem destruindo a educação pública do Paraná”, destaca o presidente da APP-Sindicato, professor Hermes Leão.

Segundo Leão, a APP-Sindicato protocolou um documento destacando as ilegalidades de Renato Feder frente a Secretaria de Estado da Educação e Esportes (Seed), as quais têm sido denunciadas desde o início da atual gestão.

“Esse secretário não serve para o serviço público e ele não respeita a educação. Estamos cobrando da Casa Civil uma reunião com o sindicato e estudantes, que não têm sido atendidos pelo secretário. Reforçamos também a necessidade da revisão imediata da forma da oferta de educação neste período”, enfatiza o presidente da APP-Sindicato. (Bem Paraná e assessorias de imprensa

Deixe uma resposta