Agora não há mais dúvida: o Instituto Presbiteriano Mackenzie já pode assumir todos os bens e a administração do hospital Evangélico de Curitiba e da faculdade Evangélica de Medicina do Paraná, que arrematou em leilão no mês de setembro passado.

A compra vinha sendo contestada judicialmente pela Universidade Brasil (de Minas Gerais) que participou do leilão e ficou em segundo lugar, mas ao julgar a ação nesta terça-feira (11), a Justiça do Trabalho do Paraná validou todos os atos do leilão e derrotou a pretensão do grupo educacional mineiro.

Com isso, o Instituto Presbiteriano Mackenzie tem agora a segurança jurídica necessária para implementar todos os atos de transição para assumir a administração do Hospital e da Faculdade Evangélica.

“O Instituto Presbiteriano Mackenzie, com uma tradição de 148 anos , sempre se pautou pela ética e conduta exemplar, dentro de seus princípios da Cosmo visão Reformada, que não visa lucros, e como Instituição Filantrópica, tem por objetivo a recuperação do Hospital Evangélico,e a ampliação da Faculdade para que continue a servir com melhor qualidade a comunidade Paranaense”, afirma nota da instituição.