Juíza revoga soltura de Valacir e põe a culpa na polícia

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

A juíza Ana Carolina Bartolamei Ramos revogou o alvará concedido pelo juiz Diego Barausse mandando soltar o detento Valacir Alencar, que cumpria pena de 76 anos de prisão na Penitenciária Estadual de Piraquara, condenado por crime de narcotráfico. Valacir rompeu da tornozeleira no mesmo dia da soltura (17) e tomou rumo incerto e não sabido.

A juíza não chegou a discordar do colega Barausse que, segundo ela, apenas atendeu à recomendação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no sentido de tirar dos ambientes carcerários os presos incluídos nos grupos de risco de contágio do coronavírus (Valacir sofre de hipertensão e se enquadra nesse grupo).

Entretanto, de acordo com o despacho proferido por Ana Carolina, o juiz Barausse não tinha sido informado pela polícia de que contra Valacir pesava outra condenação em Guarapuava ainda não cumprida. A magistrada quer que a polícia recapture o presidiário e o faça cumprir na cadeia cumulativamente todas as penas.

A juíza Ana Carolina Ramos também não viu provas de que Valacir Alencar de fato pertencia a uma organização criminosa – no caso, o comando do PCC no Paraná. A polícia não disse de onde tirou comprovações quanto a isto.

Veja o despacho:

decisão petição-3

1 comentário em “Juíza revoga soltura de Valacir e põe a culpa na polícia”

Deixe uma resposta