Jovens que morreram no acidente da BR-277 seguiam para grupo de oração

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

Três jovens que morreram na hora no acidente ocorrido na noite desse domingo (2), na BR-277, no município de São José dos Pinhais, na Grande Curitiba, se dirigiam para um grupo de oração, segundo informações da Banda B. As irmãs Jéssica Oliveira, 22 anos, e Ester Nunes, 20 anos, assim como Fernando Jaroz, 20, estavam no acostamento e foram atropelados por um caminhão, último veículo envolvido no acidente. Ester e Fernando eram casados e tinham deixado a filha deles, uma bebê, na casa da avó materna, minutos antes. O pai das jovens que dirigia um Renault Clio não ficou ferido.

A família disse à Banda B que os jovens e o pai das garotas, que é pastor em uma igreja de Curitiba, seguiam para uma vigília quando o acidente aconteceu. “Eles tinham acabado de sair da igreja, fica no Boqueirão, e estavam indo para um monte orar, seguiam sentido pedágio, quando o acidente aconteceu. Todo mundo sem chão”, disse Diego Daniel Gomes, primo das irmãs.

Segundo ele, os três jovens estavam no acostamento, quando foram atingidos pelo caminhão. “Eles desceram do carro e estavam no acostamento, foram atropelados fora. O pai não foi atingido. A minha prima deixou o bebê dela em casa, com a mãe, antes de ir para a vigília. Fazia tempo que eles queriam ir, ontem saíram da igreja, deixaram a bebê e foram. Ficamos sabendo do acidente e depois soubemos que eram da família”, descreveu o primo.

Jovens que morreram no acidente da BR-277 seguiam para grupo de oraçãoOs corpos dos três jovens estão sendo liberados pela família no Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba. Além dos três jovens, outras cinco pessoas morreram em decorrência do acidente, entre elas Guilherme Henrique Ribeiro, Jurema Elvira Ferreira dos Santos e Emanueli de Fátima (fotos acima, reprodução do Facebook).

Jurema Elvira era técnica e atuava na SAPS – Seção de Políticas Afirmativas, Assuntos Estudantis e Comunitários do Setor Litoral da UFPR. Emanueli de Fátima dos Santos Ferreiras era estudante do curso de Licenciatura em Educação Física do Setor Litoral da UFPR.

 

Deixe uma resposta