Greca vai substituir radares em 191 pontos de Curitiba

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

Novos radares de velocidade deverão ser instalados pela Prefeitura de Curitiba  a partir deste mês em 191 pontos de Curitiba. No total, os equipamentos devem monitorar 804 faixas de trânsito em pontos estratégicos da cidade.

Os equipamentos, que estão em fase de aferição, têm tecnologia que permite, além do monitoramento da velocidade, aferir avanço ao sinal vermelho, parada na faixa de pedestres, conversões proibidas, retornos proibidos e o respeito, pelos motoristas, das faixas exclusivas para o transporte coletivo. Os radares que estão atualmente instalados na capital paranaense deverão ser desativados.

A modernização dos radares de velocidade é um dos pilares que integra o programa da Muralha Digital.

O novo contrato para a gestão do trânsito na cidade é válido por 30 meses, podendo ser prorrogável por igual período. A licitação foi retomada em agosto de 2020, oito meses após decisão do Tribunal de Contas do Estado (TCE) determinando a suspensão temporária do processo.

Lançado inicialmente em dezembro de 2019, o edital para contratação do serviço teve representação de empresas participantes do processo e foi suspenso pelo TCE durante aquele mês. A autorização para continuidade do processo licitatório foi anunciada pelo TCE no dia 15 de julho de 2020.

O novo sistema de gestão do trânsito é dividido em dois lotes (um para a região sul e outro para a região norte da cidade), cada um com monitoramento de 402 faixas de trânsito. O lote I ficará sob responsabilidade do Consórcio das Araucárias e o lote II do Consórcio Monitora Curitiba.

Estão previstos dois tipos de equipamento, a depender do local a serem implantados: um deles contém apenas a funcionalidade metrológica para fiscalização de excesso de velocidade permitida e outro que, além dessa função, contempla avanço de sinal, parada sobre a faixa de pedestre, conversão ou retorno proibidos, tráfego em faixa exclusiva para ônibus e deixar de conservar o veículo em faixa a ele destinada.

Deixe uma resposta