Greca testou positivo para coronavírus após encontro com Rodrigo Maia

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

O prefeito Rafael Greca e sua mulher, Margarita Sansone, decidiram fazer o teste para coronavírus no dia 17 de setembro – um dia depois de o presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia, anunciar estar infectado. Cinco dias antes, Maia esteve em Curitiba para reunião com Greca e outros assessores para tratar de reforma tributária.

O teste comprovou que o prefeito estava contaminado. Ele e a esposa se isolaram em casa, mas nada foi anunciado. Apenas quando os sintomas começaram a aparecer com mais intensidade, apresentando principalmente dificuldades respiratórias, é que ele e Margarita precisaram se internar no Hospital Nossa das Graças para receber cuidados especiais no último sábado (26). Só então o fato veio a público.

Em quarto especial, Margarita recebe oxigênio por via nasal; Rafael não precisou deste auxílio. Ambos passam bem, segundo boletim médico divulgado na tarde desta segunda-feira (28).

grecaO Contraponto alertou, em nota publicada no dia 16, que seria recomendável que todos os que participaram da reunião com Rodrigo Maia se submetessem à testagem. O prefeito e Margarita também julgaram prudente fazer o teste, que deu positivo. A nota tinha o seguinte título: “Quem esteve com Rodrigo Maia em Curitiba é bom fazer teste para covid-19”.

Além de Greca, também estiveram na reunião com Maia, realizada na sede da secretaria municipal do Meio Ambiente, o secretário municipal de Finanças, Vitor Puppi, o presidente do Centro de Cidadania Fiscal, Bernard Appi, e o advogado Eurico Santi, além dos parlamentares que vieram de Brasília com ele. Presentes também, vindos de Brasília, os deputados Baleia Rossi (presidente nacional do MDB) e Aguinaldo Ribeiro (relator da reforma tributária na Câmara).

 

Deixe uma resposta