Governo estuda criar estatal para viabilizar privatização da Eletrobras

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

O governo federal está estudando a possibilidade de criar uma nova estatal para viabilizar a privatização da Eletrobras, maior elétrica da América Latina. A informação é da agência de notícias Reuters, citada pelo blog O Antagonista.

Em ofício enviado à estatal, o Ministério de Minas e Energia informa que solicitou a inclusão de R$ 4 bilhões no orçamento de 2021 para prever recursos, “caso se faça necessário”, para a criação da nova empresa pública, segundo a agência noticiosa

No documento, a secretária-executiva da pasta, Marisete Pereira, afirma que o projeto de lei da desestatização prevê a criação de uma estatal que ficaria com ativos como a usina binacional de Itaipu e o complexo nuclear de Angra dos Reis, além de programas do setor elétrico.

“Caso o Congresso Nacional aprove o projeto de lei 5.877, de 2019 (da privatização) até 2021, a previsão de tais recursos na referida lei Orçamentária se faz indispensável”, conclui o documento.

O governo espera arrecadar R$ 16 bilhões com a privatização da Eletrobras, que aconteceria por meio de uma capitalização da companhia. Se o projeto de lei for aprovado ainda neste ano, a operação poderia ser realizada no primeiro semestre de 2021. A proposta, como se sabe, sofre resistência no Congresso Nacional.

Deixe uma resposta