Fabricantes de refrigerantes criticam Bolsonaro pela piada da tubaína

A Associação dos Fabricantes de Refrigerantes do Brasil (Afrebras) emitiu nota nesta quarta-feira (20) com críticas ao presidente Jair Bolsonaro pela piada “quem é de direta toma cloroquina; quem é de esquerda, tubaína”.

Segundo a entidade, no lugar de brincar, o presidente ” deve acabar com as regalias fiscais milionárias concedidas a multinacionais de bebidas na Zona Franca de Manaus”.

Eis a íntegra da nota:

“A Afrebras (Associação dos Fabricantes de Refrigerantes do Brasil) repudia a infeliz declaração do presidente Jair Bolsonaro dizendo que ‘quem é de direta toma cloroquina; quem é de esquerda, tubaína’, no mesmo dia em que o país registrou, pela primeira vez, mais de mil mortes por coronavírus em 24 horas. A entidade defende que o governo, em vez de politizar o uso do medicamento, deve acabar com as regalias fiscais milionárias concedidas a multinacionais de bebidas na Zona Franca de Manaus, para amenizar o momento de crise econômica agravada pela pandemia no país.” (O Antagonista).

1 COMENTÁRIO

  1. Seria cômico se não fosse trágico. Mas tem conserto, Afebras. Quem é que nunca tomou decisões erradas nesta vida? Não deu certo, paciência. Mourão já no aquecimento…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui