O site da Gazeta do Povo promoveu enquetes para saber que nota seus leitores dão ao presidente Jair Bolsonaro e ao governador Ratinho Jr. ao fim do primeiro ano de gestão de ambos. Numa escala de 0 a 10, Bolsonaro obteve nota 7,4, enquanto que ao governador foi atribuída a nota de 2,35. Fosse num exame escolar de final de ano, Bolsonaro teria passado por média, com sobra. Já o governador teria sido reprovado, sem direito à recuperação.

Embora, segundo o jornal, as enquetes tenham sido respondidas por quase 108 mil leitores ao longo de dezembro até 5 de janeiro, elas não têm valor técnico, fato assinalado pelo próprio site. Ou seja, não representam necessariamente a percepção média da opinião pública sobre as duas gestões.

Ao contrário das pesquisas convencionais de opinião pública, realizadas por institutos especializados e que costumam apontar resultados com elevada confiabilidade, o levantamento da Gazeta do Povo não obedece a critérios estatísticos mínimos capazes de refletir a realidade com alguma segurança.

A “amostra” das enquetes, embora grande, se circunscreve ao segmento de leitores do jornal, os quais com certeza não retratam o complexo universo demográfico com suas subdivisões quanto, por exemplo, à faixa etária, nível de renda, sexo, escolaridade, religião etc. – fatores que influem decisivamente na formação de conceitos.

Dos resultados é possível inferir, no entanto, alguns sinais interessantes: 1) a elevada nota atribuída a Bolsonaro (se fosse um vestibular, ele teria sido aprovado entre os primeiros lugares) deve mais é refletir o atual perfil dos leitores da Gazeta, tão simpáticos ao presidente quanto se tornou a linha editorial adotada pelo jornal; 2) a diferença de pontuação (de 7,4 para 2,3) mostra enorme distanciamento da imagem de Ratinho em relação à de Bolsonaro, diferentemente do esforço inicial do governador de mostrar proximidade política entre ambos. Ratinho se tornou uma figura opaca diante de Bolsonaro – pelo menos na percepção dos que responderam às enquetes.

Veja os resultados por área de acordo com infográficos do jornal:

Enquetes distanciam Bolsonaro de Ratinho Jr.