Ecovia deve retomar cobrança da tarifa cheia do pedágio Curitiba-Litoral

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

É quase certo que a Ecovia, que explora o pedágio da Rodovia BR-277, no trecho entre Curitiba e o Litoral do Paraná, volte a cobrar a tarifa cheia, eliminando o desconto que vigora desde o dia 1º de outubro do ano passado. Tudo depende, todavia, da evolução do tráfego.

Para carros de passeio, o valor será de R$ 21,70, e para motos, R$ 10,90. As tarifas cheias deverão valer entre a partir do dia 29 deste mês.

Em outubro de 2019, a concessionária Ecovia iniciou o cumprimento de uma das primeiras obrigações do acordo de leniência firmado com o Ministério Público Federal no Paraná: aplicou um desconto de 30% nas tarifas do pedágio. Pelo acordo, a concessionária se comprometeu a pagar R$ 100 milhões por meio do desconto de 30% da tarifa em favor dos usuários. A Ecovia está prestes a concluir esta obrigação.

A Ecovia informou nesta segunda-feira (21) que vem cumprindo com as obrigações do acordo de leniência, que contempla a implantação de obras definidas no acordo, no valor total de R$ 20 milhões, adoção e implantação das Práticas Especiais de Ética, Integridade e Transparência descritas no acordo, sujeição a monitoramento independente e pagamento de multa no valor de R$ 30 milhões.

Sobre as obras do acordo, a Ecovia informa que todos os projetos foram finalizados e que aguarda a validação final por parte do DER, que terá que definir as obras prioritárias dentro do valor limite de R$ 20 milhões estabelecido no acordo. Estão em aprovação os projetos de duas passarelas (kms 1 e 77 da BR 277), iluminação da BR 277 km 0 ao km 5 e alça de retorno na PR-508, além da duplicação do entroncamento da PR-407 com a PR-412.

 

Deixe uma resposta