A assembleia geral da Sanepar, realizada na manhã desta quarta-feira (24), decidiu manter os salários dos diretores da companhia nos mesmos níveis fixados na assembleia do ano passado. Os acionistas derrubaram a proposta encaminhada pelo Conselho de Administração, que pedia 12,2% de reajuste da remuneração – praticamente igual ao aumento da tarifa da água aprovado semana passada, de 12,3%.

O acionista majoritário (governo) e os minoritários (fundos de investimento, principalmente) votaram contra o reajuste, principalmente após a repercussão negativa do exagerado aumento da tarifa, três vezes maior que o índice de inflação dos últimos 12 meses, coincidindo em data e valor com a proposta elevação do salário dos diretores.

A ata da assembleia geral já foi publicada no site da Sanepar e, no item correspondente à remuneração da diretoria, ela diz o seguinte:

6.3 – Aprovação, por maioria, da fixação do montante global da remuneração da Administração, do Conselho Fiscal e Comitês Estatutários em R$13.918.443,49 (treze milhões, novecentos e dezoito mil, quatrocentos e quarenta e três reais e quarenta e nove centavos), mantendo-se a mesma remuneração da administração aprovada na 54ª AGO, ou seja não será aplicado qualquer reajuste na referida remuneração, já contemplados os encargos sociais;