Dicas para a black Friday I

Por Claudio Henrique de Castro – Desconto fajuto: houve um aumento maquiado no valor da mercadoria, com um desconto que na verdade não alterou em nada o preço do produto. Neste caso há a má-fé e a propaganda enganosa, o negócio pode ser desfeito.

Frete mais alto que o normal: o produto está barato mais o frete acima do normal, resultado o aumento está embutido no total da venda. Resultado, há propaganda enganosa e excessiva vantagem para o vendedor do produto com vantagem excessiva no frete.

Site com oferta que, no final, o produto não é entregue. Este é o golpe mais comum, o consumidor compra o produto, mas não o recebe. O ideal é que o consumidor compre com cartão de crédito, daí faz um boletim de ocorrência eletrônico e uma oposição de lançamento na operadora do cartão de crédito por fraude na compra.

Produtos na iminência do vencimento do prazo de validade. Este expediente é muito utilizado e as letras que constam a validade são sempre diminutas. Esta promoção é conjugada com a oferta de pague dois e leve três, mas o consumidor não conseguirá consumir o produto dentro daquele prazo, resultado: leva prejuízo. Guarde a nota fiscal e demonstre o expediente malicioso.

Direito de arrependimento na compra de produto pela internet. São 7(sete) dias para o consumidor se arrepender, a contar do recebimento do produto, comprado pela internet. por telefone ou na venda porta a porta. O arrependimento não precisa ser motivado, e nenhuma taxa pode ser cobrada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui