Deputada defende “juro zero” para os atuais beneficiários do Tarifa Rural Noturna

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

Uma das medidas anunciadas pelo governo do estado para compensar os agricultores familiares pelo fim do subsídio da Tarifa Rural Noturna é a possibilidade de “juro zero”, através do programa Banco do Agricultor, ainda a ser lançado, para financiar investimentos em fontes de energias renováveis na propriedade. Acontece que quem contratou financiamento para esse fim anteriormente, especialmente em 2020, a partir do “aviso prévio” anunciado pelo governo para a extinção do programa Tarifa Rural Noturna, que concede descontos na conta de energia elétrica dos produtores rurais entre às 21h30 e 6h, não terá o mesmo favorecimento.

Por isso, a deputada estadual Luciana Rafagnin (PT), que é líder do Bloco Parlamentar de Apoio à Agricultura Familiar na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), solicita ao governo, em documento encaminhado ao secretário de Estado da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, que fique atento a essa situação e já contemple também, na elaboração das regras para o Banco do Agricultor, esses casos.

“É importante estender o benefício de juro zero aos agricultores familiares que recentemente investiram nesse cuidado e na geração de energia renovável e se apressaram em fazer isso pela perspectiva da extinção do programa anterior”, disse a deputada Luciana. “Não custa o governo já contemplar essa parcela de produtores que adotou tecnologias de conservação, visto que esse é o objetivo do governo quando incentiva e facilita o financiamento através de linhas específicas de crédito”, completou.

Os descontos proporcionados pelo programa da Tarifa Rural Noturna beneficiam produtores de aves de corte, de suínos, das práticas que envolvem aquicultura e da produção de leite, muito dependentes do consumo de energia para viabilidade da atividade agropecuária, geração de trabalho e renda na agricultura familiar.

Recuperação da PR-446 –  Em outro requerimento, protocolado na (Alep), a deputada Luciana solicita urgência nas obras de recuperação e conservação da PR-446, entre Bituruna e Porto União. No documento, endereçado ao governador Ratinho Júnior (PSD) e ao diretor geral do Departamento de Estradas e Rodagem – DER, Fernando Furiatti Saboia, a deputada informa que o trecho em questão encontra-se em “condições lastimáveis” de trafegabilidade e chama a atenção para o fato de que essa situação compromete, inclusive, o uso da rodovia pelos moradores da região.

“De imediato, são extremamente necessárias obras de recuperação da pista e do acostamento”, diz o documento. A parlamentar reforça também que, futuramente, será importante que se realizem estudos para asfaltamento desse trecho e que tal medida contribuirá para um melhor escoamento da produção agrícola da região.

Deixe uma resposta