Início Brasil Coaf aponta irregularidade na movimentação financeira de Ricardo Barros

Coaf aponta irregularidade na movimentação financeira de Ricardo Barros

De acordo com informações do jornal O Globo, o deputado federal  Ricardo Barros (PP-PR), líder do governo na Câmara dos Deputados, teve “movimentação financeira incompatível com o patrimônio, a atividade econômica ou a ocupação profissional e a capacidade financeira”. O jornal cita relatório enviado pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) à CPI da Covid. A publicação diz que obteve o relatório.

O levantamento aponta que o parlamentar paranaense movimentou recursos com familiares ou “estreitos colaboradores” sem que fossem justificados por eventos econômicos e destaca, ainda, “movimentação por meio de saques, os quais dificultam identificar os beneficiários finais dos recursos”.

O Globo informa que procurou o deputado, mas ele negou qualquer irregularidade e disse que suas operações estão “dentro da normalidade”.

O órgão do Banco Central, que busca combater a lavagem de dinheiro, apontou que Barros movimentou R$ 169.849,97 acima da capacidade declarada. Entre primeiro de março de 2021 até 31 de março de 2021, transferências de Ricardo Barros somaram R$ 418 mil. O valor chamou a atenção por representar 94% do que o deputado diz ter como patrimônio líquido declarado: R$ 446 mil.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile