Chance de jogador morrer é pequena,diz Bolsonaro ao defender a volta do futebol

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

Numa entrevista para a Rádio Guaíba, de Porto Alegre, o presidente Jair Bolsonaro confirmou na manhã destas quinta-feira (30) que conversou com o técnico do Grêmio Renato Portallupi para saber o sentimento dos jogadores com a possível retomada dos campeonatos em meio a pandemia de coronavírus. “Eu liguei algumas vezes para o Renato Gaúcho para ter informações dele do que pensa o atleta no tocante a voltar o futebol. A decisão de voltar o futebol não é minha. No que depender de nós, eu já conversei com o ministro da saúde, que emita um parecer para que o futebol volte sem torcida”, disse.

“Não sou eu que vou abrir ou não o futebol. No momento, existe muita gente do meio futebolístico que é favorável à volta. Porque o desemprego está batendo à porta dos clubes também”, afirmou Bolsonaro na entrevista. “Com a idade jovem do jogador, caso seja acometido pelo vírus, a chance de ele partir para a letalidade é infinitamente pequena. Até pelo estado físico, pela rigidez do atleta”, completou.

 

Deixe uma resposta