(por Ruth Bolognese) – As duas principais entidades do agronegócio do Paraná, a Federação da Agricultura (Faep) e a Ocepar (cooperativas), estão se estranhando publicamente com os produtores da Sociedade Rural por causa da vacinação contra a febre aftosa, num embate já definido como “briga de boi contra touro”.

Conforme o blog do Ângelo Rigon, aqui de Maringá, a Faep e a Ocepar querem acabar já com a vacinação, declarando o Paraná como livre da aftosa e abrindo novos e grandes mercados para o setor.

A Sociedade Rural do Paraná e mais 38 entidades estaduais querem manter o protocolo do Ministério da Agricultura, previsto para 2021, por considerar prematuro o fim da vacinação.

Vai sobrar pena de ganso, couro de boi, asa de frango e chifre pra tudo quanto é lado.