Bolsonaro vai extinguir reuniões do Conselho de Governo

Em entrevista na frente do Palácio da Alvorada, o presidente Jair Bolsonaro anunciou na manhã desta quarta-feira (13) que pretende acabar com as reuniões do Conselho de Governo, formado por todos os ministros. A informação é do blog O Antagonista.

A decisão é tomada depois da confusão criada após a reunião ministerial de 22 de abril — que pode ter comprovado a tentativa de interferência de Bolsonaro na Polícia Federal ( PF).

Segundo o presidente, as conversas com os ministros agora serão individuais ou em pequenos grupos. “Uma confraternização mensal de ministros”, afirmou.

Ele voltou a defender a divulgação do vídeo da reunião do mês passado — mas apenas dos trechos que, segundo Bolsonaro, são pertinentes ao inquérito. “Vou levar, aproveitando a tua sugestão aí, ao AGU, o ministro [José] Levi, se a gente pode divulgar essa parte. Se eu não me engano, o Celso de Mello ontem oficiou aí o advogado do [Sergio] Moro, a AGU e a Justiça exatamente para ver se a gente entra nessa linha para divulgar, mesmo com os palavrões que eu falo sempre.”

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui