Bolsonaro quer Petrobras fora da F1A penúltima de Bolsonaro: o presidente anunciou esta noite – pelas redes sociais, claro – que determinou estudos para que a Petrobras cancele contrato de patrocínio de R$ 782 milhões para a McLaren nas competições da Formula 1. O contrato foi firmado em 2018 com validade por cinco anos.