Bolsonaro não se lembra do vizinho pistoleiro

Em conversa com jornalistas, o presidente Jair Bolsonaro disse não se lembrar do policial militar reformado Ronnie Lessa, preso ontem sob suspeita de envolvimento no assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL). Lessa possui casa no mesmo condomínio de Bolsonaro no Rio de Janeiro.

Segundo o delegado do caso, Giniton Lages, um dos filhos do presidente teria namorado uma das filhas do policial reformado, mas ele não citou nomes. Bolsonaro falou sobre o assunto durante um café da manhã com jornalistas, no Palácio do Planalto.

Segundo Carlos Alberto Di Franco, colunista do jornal O Estado de S. Paulo, que participou do encontro, Bolsonaro afirmou que existem 150 casas no condomínio, que não há área de lazer no local e que não tem como conhecer todos os moradores. Também afirmou que outras pessoas já foram presas em seu condomínio, incluindo uma pessoa envolvida na Operação Lava Jato.

Bolsonaro falou, ainda, que questionou um de seus filhos, Jair Renan, sobre o fato de ter namorado a filha de Lessa, mas ele não confirmou a informação. “Papai, namorei todo mundo no condomínio, não lembro dessa menina”, teria dito Jair Renan, segundo Bolsonaro.

2019-03-14T09:26:14-03:00 13 março - 2019 - 12:08|Brasil, Paraná, Política|5 Comentários


5 Comentários

  1. Xhyko 13 de março de 2019 em 12:26 - Responder

    Moram no mesmo condomínio e a casa dos dois é separada por uma outra casa senão seriam vizinhos de muro.

  2. Leitora 13 de março de 2019 em 12:57 - Responder

    Ahhahahahahhahahahahahahahahahhahahahahahahahahahahahhahahahahahahhahahahahahahhahahahahahhahahahahahahahahahahajajajjajajajajajajajajajjajajajajajjajajajajajj

  3. mario 13 de março de 2019 em 13:29 - Responder

    Olha…. este cara é muito mentiroso!!! Quem viu a entrevista dele e do Moro, para os telejornais, perceberam que ele mentem….

  4. Eduardo Pereira 13 de março de 2019 em 15:08 - Responder

    Filho garanhão é isso aí. mas fica dificil de acreditar que o Recruta Zero não conhecesse seus eleitores. Ainda mais os que teriam tantos interesses em comum. E não to falando de namoro de filhos.

    Pra se ter ideia do tamanho da bucha, um parça de um dos acusados estava de posse de partes de quase 150 fuzis . E o crime muito bem organizado ali ao lado de um cara que acha que miliciano bom é miliciano amigo.

    E mais uma vez , ele não tem nada com isso.

  5. Ricardo R 13 de março de 2019 em 17:37 - Responder

    Tá certo. Mas… e o Coxa hein? Será que engrena agora?

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Contraponto. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Contraponto se reserva os direitos de não publicar e de eliminar comentários que não respeitem estes critérios.

Deixe uma resposta