Sem ataques, apresentação de candidaturas domina primeiro programa gratuito na TV

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

Na estreia da propaganda eleitoral gratuita na televisão, no início da tarde desta sexta-feira (9), dez dos 12 candidatos à Prefeitura de Curitiba com direito ao tempo de exibição preocuparam-se, basicamente, em se apresentar ao eleitor. Não houve qualquer confronto, ataque ou denúncia e a tônica foi o desfile de imagens bem feitas em diferentes cenários da cidade.

Rafael Greca (DEM), que concorre à reeleição e que dispõe do maior tempo (3 minutos e 16 segundos), foi o único a não se apresentar, preferindo mostrar que “é bom continuar”.  A maior parte do programa de Greca foi dedicado à luta contra a pandemia da covid-19, destacando que Curitiba soube vencer o mal. Para o atual prefeito,os curitibanos ficaram mais próximos do que antes do coronavírus.

João Arruda, do MDB, com tempo de 46 segundos, abriu o programa eleitoral. Apresentou-se aos eleitores e prometeu “soluções modernas para problemas antigos”.

Em seguida, Fernando Francischini, do PSL, com 1 minuto e 58 segundos, começou falando da pandemia, realçando que a cidade enfrentou o problema “com arrogância” e que pagou um duro preço por isso. Depois, apresentou a mulher, Flávia, para quem o candidato é o mais preparado para administrar Curitiba.

Paulo Opuszka, do PT, por sua vez, mostrou em 1 minuto e quatro segundos, trabalhadores em várias situações e atividades, criticou a concentração de riqueza nas mãos de poucos e lançou um mote: “partiu fazer a Curitiba que cuida da gente”.

O Professor Mocellin (PV), com nove segundos, teve tempo apenas para dizer quem é e que vai fazer uma cidade mais sustentável.

Carol Arns, do Podemos, apareceu ao piano executando o Hino de Curitiba e mostrou a família, em 23 segundos.

Camila Lanes (PCdoB), com tempo de 16 segundos, enfatizou que “o futuro se constrói agora” e prometeu transformar Curitiba em modelo em educação.

Enquanto isso, Goura (PDT), em 36 segundos, explicou o que entende por política e lançou o desafio de uma outra Curitiba.

A candidata do PL, Christiane Yared, exibiu em 50 segundos um álbum de fotos da família e afirmou que vai fazer “uma Curitiba cidadã”.

Quem encerrou o primeiro programa foi o Dr. João Guilherme do Novo (tempo de 19 segundos), para quem “o Novo é novo mesmo”. Ele prometeu devolver a esperança a Curitiba.

As candidatas Letícia Lanz (Psol)  e Marisa Lobo (Avante) tinham direito ao horário eleitoral gratuito mas não apareceram.

 

Deixe uma resposta