“Annus terribilis” (2)

"Annus terribilis" (2)

Sete de abril de 2018. Cida Borghetti toma posse como governadora do estado em substituição ao renunciante Beto Richa.

Poucos mais de um mês antes, em 22 de fevereiro, a Polícia Federal e o Ministério Público Federal haviam lançado a Operação Integração, que investigou favorecimentos em troca de propina para a concessionária Econorte, que administra a BR-369, trecho do Anel de Integração no Norte do Paraná. O então diretor-geral do DER, Nelson Leal Jr., foi preso.

O fato serviu para aumentar o clima de desconfiança que já pairava sobre o governo Beto Richa desde, pelo menos, a eclosão das operações Quadro Negro e Superagui. A primeira, envolvendo a destinação de dinheiro para construção de escolas que não saíam do chão. A segunda, relativa à concessão de licenças ambientais para instalação de um estacionamento de caminhões na BR-277, próximo a Paranaguá.

As três operações tinham algo em comum: em todas havia a participação de velhos amigos, sócios e assessores de Beto Richa – como o próprio ex-diretor do DER Nelson Leal, o colega de faculdade e companheiro de viagens Maurício Fanini e o empresário Theodócio Jorge Atherino.

Tudo isso (mais o falatório generalizado sobre malfeitos) deu motivo para que a governadora Cida Borghetti criasse uma Divisão de Combate à Corrupção no estado. E deu motivo também para o início de uma “limpeza” de quadros ligados a Beto Richa que ocupavam cargos no governo.

Um mês após o início da gestão, novos motivos surgiram. Como uma hecatombe, apareceu a delação premiada do empresário (e ex-amigo) Tony Garcia, que apresentou aos Ministério Público Federal um gravação em que o ex-chefe de Gabinete de Beto Richa, Deonilson Roldo, tentava convencer um empreiteiro a desistir de participar da licitação para duplicação e exploração da PR-323 porque a obra já estava comprometida para a construtora Odebrecht.

Deonilson, que já então ocupava uma diretoria da Copel, foi demitido desta função e de outros seis postos de conselheiro em estatais.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui