Líder do governo Ratinho Junior (PSD) na Assembleia Legislativa, o deputado Hussein Bakri (PSD) comemorou na manhã desta quarta-feira (15) a aprovação por unanimidade da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que põe fim à aposentadoria vitalícia de ex-governadores. Votaram 44 deputados. Atualmente, o Paraná gasta cerca de R$ 4 milhões por ano no pagamento do benefício a oito ex-governadores e a três viúvas de ex-mandatários estaduais.

Por decisão dos parlamentares, a extinção valerá apenas daqui para frente. Já essas 11 pessoas seguirão recebendo R$ 30.471,11 por mês. Na votação, Hussein Bakri foi favorável ao corte também de quem já tinha direito à aposentadoria, mas a proposta não atingiu os 33 votos necessários para ser aprovada.

A proposta original do Governo previa a suspensão da aposentadoria apenas para os próximos governadores. No entanto, 32 parlamentares apresentaram uma emenda ao texto propondo a extinção também para aqueles que já recebem o benefício. A versão mais abrangente do corte, porém, acabou rejeitada em plenário.

O voto de Hussein Bakri foi favorável à emenda, a exemplo do que defendia o Governador Ratinho Junior. No entendimento do líder do Governo, a decisão deveria ser igual para todos, uma vez que não houve contribuição previdenciária desses ex-governadores para terem direito à aposentadoria pelo exercício do cargo. Ele destacou, inclusive, que o Supremo Tribunal Federal (STF) já teve esse entendimento em relação a outros estados.

Antes de entrar em vigor, a PEC passará por uma 2ª votação no plenário da Assembleia na semana que vem.