Weintraub apaga Twitter em que chama Bolsonaro de traidor

Primeiro nome que surge sempre que se fala em uma possível mudança no primeiro escalão do governo Bolsonaro, o ministro da Educação, Abraham Weintraub,  se envolveu em nova polêmica, mais uma vez nas redes sociais. Na tarde dessa quarta-feira (25), em pleno Natal, ele retuitou um comentário postado pelo youtuber de extrema-direita, Nando Moura, que chama o presidente Jair Bolsonaro  de traidor por ter sancionado o “juiz de garantias” no pacote anticrime.

O RT dado por Weintraub foi apagado pouco depois. Ele voltou ao Twitter para explicar o que houve. “Um erro”, garantiu.

“Estou em viagem, em um navio, com internet intermitente. Fico horas sem internet. Dei RT sem querer em um post. Evidentemente que foi um erro”.

Nando Moura criticou Bolsonaro por conta do “juiz de garantias”, figura criada pela Lei 13.964/2019, que coloca na prática o pacote anticrime. Esse trecho foi atacado pelo ministro da Justiça, Sergio Moro, tendo recomendado o veto ao presidente – que preferiu não dar ouvidos ao ex-juiz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui