Vice-presidente do BRDE está se recuperando da Covid-19 e volta a focar 100% no banco

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

O vice-presidente e diretor de operações do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), contraiu o novo coronavírus em março deste ano, mas já está se recuperando em casa e voltará a focar 100% de seus esforços ao banco. “Graças a Deus eu consegui passar por esta doença. Estou me recuperando com muito êxito e não vejo a hora de retornar às minhas atividades no BRDE”, afirma Bley.

Um exemplo disso é sua presença online na live desta terça-feira (30), às 17h, em que o BRDE e a Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) revelam os resultados das pesquisas sobre a Covid-19. O grupo de pesquisadores da universidade têm intensificado esforços para compreender melhor a doença, seus reflexos e encontrar soluções que auxiliem no combate.

Outro evento importante para o banco nesta semana é a comemoração do atendimento 100% digital do BRDE. “É com muito orgulho que digo que todos nossos processos são 100% digitais. Isso significa um passo muito importante para o futuro que estamos construindo e mostra, também, uma inovação do banco que está sempre acompanhando as tendências do mercado e da sociedade”, afirma Bley.

E, um exemplo de que o banco está muito à frente, são os resultados no Paraná, mesmo em trabalho remoto. Entre março de 2020 e março deste ano, o BRDE aprovou 1266 processos, o que significa R$ 1,847 bilhões. Deste valor, R$ 1,586 bilhões foram destinados a operações de crédito e R$ 260 milhões a limites de crédito e coobrigação.

Além disso, o banco contratou R$ 1,078 bilhões e liberou R$ 1,053 bilhões. Em relação aos 360 dias imediatamente anteriores, o BRDE liberou 30,3% a mais de recursos para os clientes da AGPR.

Deixe uma resposta