Uso de máscaras passa a ser obrigatório em locais de trabalho de Guaratuba

A partir deste sábado (25) será obrigatório o uso de máscara de proteção nos locais de trabalho de Guaratuba, no Litoral do Paraná. Para a população em geral, o uso não obrigatório, mas é recomendado. As regras constam do novo decreto com medidas de prevenção ao contágio pelo coronavírus. A utilização das máscaras de proteção é uma das condições para o funcionamento dos estabelecimentos comerciais e vem junto com a autorização para consumo de alimentos em restaurantes, lanchonetes, bares etc.

Em relação às máscaras, elas podem ser caseiras, mas devem ficar bem ajustadas ao rosto, feitas nas medidas corretas e com o material adequado à filtragem de partículas. É obrigatório o uso de máscaras para:

1) o desempenho de todas as atividades de trabalho em repartições públicas ou em ambientes privados, compartilhados com outras pessoas, ainda que não haja atendimento ao público;

2) o atendimento ao público em todos os estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços cujo funcionamento esteja autorizado;

3) a manipulação de alimentos, de bens ou objetos a serem entregues ao consumidor final, de modo presencial ou não;

4) os motoristas, cobradores e passageiros em transporte coletivo;

5) os motoristas e passageiros em transporte individual ou compartilhado de passageiros, seja táxi ou transporte por aplicativos.

Em relação ao consumo de alimentos, os bares, lanchonetes, restaurantes, padarias, confeitarias, sorveterias, pizzarias, pastelarias, ou carrinhos de suco e lanches e vendedores ambulantes em geral poderão servir alimentos para consumo no local desde que respeitada uma série de normas, como distância entre mesas e nas filas, limite de pessoas nos locais etc. Não é permitido buffet ou qualquer forma de self service.

Para poderem funcionar, os responsáveis deverão assinar um Termo de Compromisso e Responsabilidade e que vão cumprir as medidas estabelecidas. A equipe da Vigilância Sanitária Municipal vai passar nos estabelecimentos para orientar e coletar as assinaturas. De acordo com a Prefeitura, os estabelecimentos já podem funcionar nos termos do decreto e aguardar a visita da Vigilância.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

%d blogueiros gostam disto: