Soldado é a primeira vítima da covid-19 na Polícia Militar do Paraná

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

Um soldado de 41 anos morreu em decorrência de complicações da covid-19 na madrugada desta segunda-feira (20). O soldado Joel Santos de Matos pertencia à 1° Companhia do 22.° Batalhão da Polícia Militar, em Colombo, região metropolitana de Curitiba, segundo informa a BandaB.

Soldado é a primeira vítima da covid-19 na Polícia Militar do Paraná

Por meio de nota, o Comando do 22° Batalhão de Polícia Militar manifestou profundo pesar pelo falecimento. “Soldado Matos faleceu nesta madrugada, 20 de julho de 2020, durante uma grande batalha contra o vírus do Covid-19. Ele ingressou na Polícia Militar do Paraná em 2006 e estava lotado na 1°Cia/22°BPM. O policial militar desempenhou dedicadamente o seu trabalho em prol da segurança do povo paranaense. Foi cumpridor do seu dever como policial e hoje nos deixa um eterno vazio em nossos corações”, diz o documento.

6 comentários em “Soldado é a primeira vítima da covid-19 na Polícia Militar do Paraná”

  1. Policial de verdade

    Na verdade já temos vários casos de covil na PM. Ao contrário do que muitos desinformados pensam, a PM está na linha de frente, nunca deixou de atender a população. Enquanto a Polícia Civil fechou as delegacias e passou tudo pra PM resolver, nossos bravos militares estão dando a vida pelo povo do Paraná. Saúde e PMPR, inclua o Bombeiro, são os únicos que restaram na atividade durante a pandemia.

  2. Pois sabe que é verdade..
    A PM está na rua
    Precisou vir na minha casa, veio d e máscara com. Todo cuidado é respeito costumeiro
    Os carros estão rodando e vc vê notícia todo dia de alguma ação, a lembrar a prisão do estuprado da panvel e os assaltantes do ponto d e ônibus do alto da xv, foram bravos, rápidos e competentes
    Lamentável um cidadão toa jovem, na verdade independente da idade né, todas vidas importam.
    Descanse em. Paz.

  3. Verdade. Fui na delegacia de furtos no Cajuru e tinha um cartaz mandando procurar a pm. Daí fui no módulo da pm no Jardim das Américas e me atenderam bem. Por que só uma Polícia trabalha

  4. Coitado desses soldados, não tem pra onde fugir. Em Colombo só a PM E a Guarda. A Civil parece que desapareceu. Acham que bandido também faz home Office. Ainda bem que tem esse povo pra proteger a gente. É o pessoal da saúde.

  5. Isso mesmo. PM, Bombeiro e GM. Além dos médicos e enfermeiros e enfermeiras, o resto sumiu do mapa. Quero ver depois que passar essa pandemia quem vai querer aparecer de herói.

Deixe uma resposta