Ricardo Fonseca e Graciela Bolzón são candidatos à reeleição para a Reitoria da UFPR

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

O professor Ricardo Marcelo Fonseca e a professora Graciela Bolzón de Muniz são candidatos à reeleição para os cargos de reitor e vice-reitora da Universidade Federal do Paraná. Ricardo Marcelo destaca que sua gestão coincide com um dos períodos mais difíceis para as universidades federais nas últimas décadas, marcado por cortes e contingenciamentos orçamentários, ataques simbólicos às instituições públicas de ensino superior e, mais recentemente, pela pandemia de covid-19. “Apesar de todas as dificuldades, conseguimos manter a universidade coesa e crescendo, inclusive nos rankings de qualidade do ensino e da pesquisa. Queremos completar esse processo neste momento novo, em que a universidade precisa se repensar, com a qualidade que a UFPR sempre teve”, afirma o reitor.

Para a professora Graciela, ainda há muito a ser feito e melhorado na UFPR: “Como mulher acostumada a enfrentar e superar desafios, e com a experiência dos últimos anos como vice-reitor, me sinto ainda mais preparada para, ao lado do professor Ricardo Marcelo, conduzir esta grande universidade, de forma que seja cada vez mais justa, mais inclusiva e mais reconhecida nacional e internacionalmente”.

A candidatura de Ricardo Marcelo e Graciela à reeleição foi impulsionada pelo apoio da comunidade universitária, demonstrado em um manifesto divulgado no mês de maio. Resultado de um movimento espontâneo de docentes, estudantes e servidores e servidoras técnico-administrativos/as, o “Manifesto pela UNIDADE da UFPR” reúne mais de 2 mil assinaturas, incluindo as de todos os ex-reitores vivos da UFPR, ex-dirigentes de todas as áreas e a imensa maioria das direções setoriais.

“Graciela e eu vimos esse manifesto como um chamamento que faz da nossa candidatura uma obrigação institucional de continuar o trabalho realizado nos últimos anos e trabalhar por uma UFPR ainda mais forte”, afirma Ricardo Marcelo.

Ricardo Marcelo  – Aos 51 anos, Ricardo Marcelo Fonseca tem uma história já extensa de dedicação à Universidade Federal do Paraná (UFPR). Sua trajetória na instituição alia o ensino, a pesquisa de excelência – é pesquisador 1-B do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o segundo nível mais alto entre os bolsistas de produtividade em pesquisa – e a experiência em gestão, tendo sido coordenador de curso, chefe de seu departamento, diretor do Setor de Ciências Jurídicas e depois reitor.

Bacharel em Direito (Faculdade de Direito de Curitiba) e licenciado e bacharel em História (UFPR), mestre e doutor em Direito pela UFPR, Ricardo Marcelo complementou o currículo com o estágio pós-doutoral na Università degli Studi di Firenze, na Itália, entre 2003 e 2004.

É professor titular de História do Direito do Departamento de Direito Privado da UFPR, onde ensina desde 1994. Entre 2008 e 2016 foi, por dois mandatos, diretor do Setor de Ciências Jurídicas, cujo curso de Direito é reconhecido como um dos melhores do país, de acordo com todos os indicadores de qualidade.

Natural de Curitiba, casado e pai de dois filhos, Ricardo Marcelo foi eleito reitor da UFPR em 2016 e assumiu o cargo em um momento histórico repleto de desafios, cujo enfrentamento exigiu firmeza e capacidade de diálogo e de gestão. Nesse período tornou-se uma liderança combativa na defesa da universidade pública, dos direitos fundamentais, da pluralidade, da inclusão e da qualidade do ensino, da pesquisa e da extensão na UFPR.

Graciela – Engenheira florestal e pesquisadora com extenso currículo acadêmico, Graciela Bolzón de Muniz tem uma longa história de dedicação ao ensino, à inovação e ao desenvolvimento tecnológico. É professora titular da UFPR desde 1994 e profissional reconhecida pelo trabalho de captação de recursos para projetos de pesquisa.

Nascida na Argentina e naturalizada brasileira, Graciela é graduada em Engenharia Florestal pela Universidade Nacional de Santiago del Estero (1977), mestre (1986) e doutora (1993) em Engenharia Florestal pela UFPR. Fez pós-doutorado em Educação a Distância pela UNED-Espanha (2002). Em 2016, recebeu o título de Professora Extraordinária Honorária da Universidade Nacional de Santiago del Estero, Argentina.

Graciela é pesquisadora (bolsista produtividade) no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) nível 1A, o maior na escala de pesquisa do país. Seu envolvimento com a pesquisa ultrapassa os espaços da UFPR. É coordenadora e pesquisadora de projetos nacionais e internacionais, e tem participação ativa em projetos de desenvolvimento e transferência de tecnologias com empresas do Brasil e de outros países. Também é coordenadora do Laboratório Central de Nanotecnologia da UFPR (LCNano/UFPR), a maior rede da área no Paraná, associada à plataforma SisNANO.

 

Deixe uma resposta