Renault demite 747 funcionários na fábrica de São José dos Pinhais

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

A montadora de carros Renault anunciou nesta terça-feira (21) a demissão de 747 empregados da fábrica de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Além disso, suspendeu o terceiro turno de trabalho. Um programa de demissão voluntária,com alguns benefícios, chegou a ser proposto pela empresa, mas foi recusado pelos trabalhadores.

A Renault chegou a propor a manutenção dos 7,2 mil empregos do complexo, mas com redução por prazo indeterminado de jornada e salários em 25%, mas também não houve acordo.

Nas demissões comunicadas nesta terça, a empresa afirma que, considerando o contexto, “como forma de suportar os colaboradores nesse momento”, além das verbas rescisórias legais vai estender aos demitidos o pagamento do vale-mercado até outubro e o plano de saúde até dezembro, além de oferecer um programa de orientação para a recolocação no mercado de trabalho.

Em São José dos Pinhais, a Renault produz os modelos Sandero Stepway, Logan, Kwid, Duster, Oroch, Master e Captur.

 

2 comentários em “Renault demite 747 funcionários na fábrica de São José dos Pinhais”

  1. Vamos combinar que os jaguara da beverly Hill s não tão nem aí né… Pra que todo mundo perder 25% se a corda não vai arrebentar pro meu lado?
    Qual o problema em reduzir jornada e salário, mas salvar todo mundo?
    Não né… Pq a pimenta bla bla bla
    Um pingo de humanidade havia esperança, de se despertar nas pessoas com o coronavirus
    Todavia porém, o coronavirus, além de causar a doença viral revelando caráter, se vc é uma boa pessoa, vc mostra que é boa pessoa, o vírus qs te obriga a se mostrar. É se vc é um fdp, ele também escancarar isso.
    Assim, simples.

  2. Excelente, mais 747 que serão obrigados a ficar em casa! Que a ditadura do isolamento social prossiga, no mínimo até atingirmos 100 milhões de desempregados!

Deixe uma resposta