Ratinho propõe adiar pagamento de precatórios

O governo do Paraná solicitou nesta terça-feira (24) agilidade da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) na liberação de empréstimos solicitados pelos estados e já autorizados no Senado, e também propôs ao governo federal a ampliação do prazo para pagamentos de precatórios. As duas medias podem contribuir para o fluxo de caixa dos estados neste momento de crise em razão da pandemia do coronavírus.

O pedido foi feito pelo governador Ratinho Junior durante videoconferência com o presidente da República, Jair Bolsonaro. Participaram também da reunião virtual os ministros Paulo Guedes (Economia), Tarcísio Gomes de Freitas (Infraestrutura) e Luiz Henrique Mandetta (Saúde); além dos demais governadores do Sul do país: Eduardo Leite (Rio Grande do Sul) e Carlos Moisés (Santa Catarina).

Ratinho Junior destacou que as medidas são essenciais para amenizar os reflexos da crise do coronavírus na economia. Segundo ele, permitirão por parte do estado realocar recursos para o combate e tratamento da pandemia, além de aquecer a atividade econômica com a retomada de obras estruturantes. As informações são da Agência Estadual de Notícias (AEN).

“Postergar o prazo para a quitação dos precatórios melhora consideravelmente o fluxo de caixa dos Estados. Possibilita ainda um planejamento mais adequado em todas as áreas, especialmente na saúde neste momento de crise”, afirmou o governador.

De acordo com ele, o Paraná pagou R$ 1,7 bilhão em precatórios no ano passado, restando mais R$ 7 bilhões a ser quitado até 2024. “Recursos importantes que fazem a diferença no caixa do Estado neste momento, por isso pedimos que o prazo seja prolongado”, disse Ratinho Junior.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

%d blogueiros gostam disto: