Radicalização não leva a lugar nenhum e o respeito é a base da democracia, afirma Romanelli

O deputado estadual Luiz Claudio Romanelli (PSD) afirmou nesta quarta-feira (19), na sessão plenária da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), que a radicalização ideológica “não leva a nenhum lugar” e defendeu que “o respeito é a base da democracia”. A manifestação ocorreu durante aparte ao discurso do deputado Gilson de Souza (PL), que abordou a intolerância religiosa.

Na sua fala, Romanelli elogiou a ponderação da fala do parlamentar, que é pastor evangélico, ao tratar do assunto e relatou situações envolvendo membros da Igreja Católica. Ele lembrou que igrejas foram invadidas e padres estão sendo ofendidos. Também citou o caso do cardeal arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Scherer, que é de uma família paranaense, e foi taxado de comunista simplesmente por vestir vermelho.

Romanelli relatou que até mesmo integrantes da família do religioso, que vivem na região de Toledo, no Oeste do Paraná, foram agredidos e ameaçados. “O rito da igreja católica para a veste do cardeal é o uso da cor vermelha. Isso é milenar e tem a ver com a condição de dar o sangue”, ponderou o deputado, que manifestou solidariedade ao arcebispo e aos familiares.

“Toda a violência tem que ser repudiada”, completou Romanelli, salientando que o parlamento é o espaço democrático para a troca de ideias, mas que deve haver ponderação e respeito aos posicionamentos contrários. “Nós aqui nesta Casa de lei temos a responsabilidade de nos posicionar sempre, mas sempre com muito respeito pelo bom debate”, declarou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

%d blogueiros gostam disto: