Presidentes de 11 partidos são contra o voto impresso

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

Presidentes de 11 partidos políticos fecharam nesse sábado (26) uma posição contra o voto impresso nas eleições de 2022. Incluindo dirigentes da base do presidente Jair Bolsonaro no Congresso Nacional, eles decidiram derrubar a proposta discutida na Câmara dos Deputados e patrocinada pelo chefe do governo. O texto propõe a implantação de um sistema auditável de papel nas urnas eletrônicas.

Conforme revelou reportagem no início do mês, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do voto impresso tinha votos suficientes para avançar na comissão especial da Câmara. A articulação, porém, enfrentou resistência e agora os partidos prometem articular a rejeição da PEC com os deputados, ou até mesmo engavetá-la. Os 11 partidos que mobilizaram o encontro virtual representam 326 deputados entre os 513 integrantes da Câmara, número suficiente para derrubar a medida.

Participaram da reunião os presidentes do PSL, Progressistas, PL, PSD, MDB, PSDB, Republicanos, DEM, Solidariedade, Avante e Cidadania

Deixe uma resposta