Presidente xinga a imprensa no caso do leite condensado

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

Num evento fechado com artistas numa churrascaria de Brasília, realizado  nesta quarta-feira (27), o presidente Jair Bolsonaro atacou a imprensa por causa da repercussão dos gastos do governo federal com alimentos em 2020, inclusive os R$ 15 milhões gastos na compra de leite condensado.

Quando eu vejo a imprensa me atacar, dizendo que comprei 2 milhões e meio de latas de leite condensado… vai pra puta que pariu!”, discursou o presidente, para o aplauso e as risadas dos puxa-sacos presentes ao evento.

“Imprensa de merda essa daí. É pra enfiar no rabo de vocês aí —vocês não, vocês da imprensa— essa lata de leite condensado.”

Bolsonaro prosseguiu dizendo à claque o que os veículos de imprensa que noticiaram a história (a começar pelo primeiro, o portal Metrópoles, de Brasília) já haviam explicado: os gastos com a compra de alimentos no ano passado são do governo federal como um todo, incluindo ministérios e estatais, não apenas da Presidência.

O presidente afirmou ainda que “acusações levianas não levam a lugar nenhum” e prometeu levar o ministro-chefe da CGU, Wagner Rosário, à sua live desta quinta-feira (28) para falar sobre o caso. Disse também que a gestão de Dilma Rousseff —esse grande exemplo, só que ao contrário— gastou mais que ele com leite condensado.(De O Antagonista).

 

1 comentário em “Presidente xinga a imprensa no caso do leite condensado”

  1. O presidente está pleno de razão. A imprensa, salvo exceções, é ridiculamente mentirosa ao publicar notícias tendenciosamente distorcidas. Ao fazer isso denigrem sua missão. Não querem que o país melhore. Não conseguirão.

Deixe uma resposta