PM e Mesquita de novo em pé de guerra

Circulam em grupos de Whatsapp de oficiais da Polícia Militar mensagens de desgosto – muito desgosto – com o tratamento que o secretário da Segurança Pública, Wagner Mesquita, dispensa à corporação. Estas mensagens lembram que direitos à promoção vêm sendo negados à tropa sob a alegação de que não há recursos, enquanto verbas são retiradas do orçamento da PM e transferidas para a Polícia Civil.

Uma das mensagens a que o Contraponto teve acesso diz o seguinte:

Aproximadamente 5 mil Militares Estaduais (700 Oficiais e 4.300 Praças) têm valores atrasados decorrentes de promoções. O débito do estado para com esse grupo é próximo de 48 milhões. Esse valor que foi remanejado da PMPR para outras unidades da SESP, que é superior a 56 milhões, seria suficiente para o pagamento dos citados atrasados, assim como de outras pendências que o estado tem para com os Militares Estaduais.

Estávamos evitando expor estas questões aos Senhores, esperando que a SESP, por questão de respeito à Corporação e seu efetivo, mudasse sua postura, o que não aconteceu.

Essa questão do remanejamento de valores é apenas um ponto. Comunicaremos aos Senhores vários outras ações que denotam desprestigio e desconsideração da SESP para com a Corporação e seu efetivo.

Entendemos que os Oficiais precisam tomar conhecimento destas ações que acontecem nos bastidores e nos afetam diretamente.

5 COMENTÁRIOS

  1. PM revoltado… Não vejo tropa alguma revoltada…
    Porque na operação de Natal… só tem praça na rua e nenhum oficial. Se fossem “revoltados” como você disse, não aceitariam todos os praças irem para rua passar calor e os oficiais ficarem no conforto do ar condicionado. Duvida? Veja as escalas. Tem SubTenente com 30 anos de serviço comandando a tropa administrativa e oficial que não tem 10 anos confortavelmente na frente do computador.
    Então não me venha com história que estão revoltados. Estão sim repetindo como papagaios o que ouvem dos oficiais.
    Revoltados são os da PMRN que entraram em greve.

  2. Esio, vc não deve viver nos quartéis. A tropa toda está raivosa, não sai só os oficiais, que diga-se de passagem temos um alto comando da mais alta qualidade. São todos que estão sendo prejudicados. Ou vc acha justo locar aeronave pra PC, usando recursos tirados da PM. Precisa da aeronave pra investigação? Ou é mais importante coletes e salarios de direito aos pms de forma regularizada. Quem mesmo sofre de vaidade? Melhor vc rever seus conceitos.

  3. Não vejo isso acontecer na PMPR, vejo somente algumas pessoas sofrendo por vaidades.
    Posso garantir que a promoção dos oficiais vai muito bem obrigado.
    Vc não vai ver um tenente com 25 anos de serviço, pq se não morrer com 25 já será major, sem grandes esforços.
    Mas você vai ver soldado com 25 anos de serviço aos montes.
    Então pelo jeito não é bem assim.
    Se houvesse uma lei de promoção para os praças, onde ele vislumbrasse um final digno, tenha certeza que não teria essas reclamações.
    Onde uns se aposentam ganhando 22.000 e outros 5.000.

  4. Se o Secretário sabe de tudo o que acontece, e deixa assim, prejudicando a segurança do cidadão, é no mínimo afeito às falsidades. Se não sabe de nada, e por isso tudo acontece, prejudicando a segurança do cidadão, é incompetente. Então, de qualquer forma, não deveria estar à frente da Pasta. Por sorte em abril tudo muda. Quem sabe a Cida Borghetti tem mais sorte na nomeação de Secretário de segurança.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

%d blogueiros gostam disto: