PDT protocola pedido de interdição do presidente Bolsonaro

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

O Partido Democrático Brasileiro (PDT) protocolou nesta segunda-feira (8) na Procuradoria-Geral da República (PGR) um pedido de interdição do presidente Jair Bolsonaro.

A agremiação argumenta que o presidente age “na contramão dos atos que uma pessoa em plena saúde mental teria” e que, por isso, não teria capacidade mental para continuar no cargo.

O documento assinado pelo presidente da sigla, Carlos Lupi, e por Ciro Gomes afirma:

 “(Bolsonaro) tem a finalidade deliberada de causar danos à população brasileira, conduzindo o país ao abismo com as suas condutas negacionistas e obscurantistas em detrimento da ciência.”

O pedido também cita comentários de Bolsonaro sobre a vacinação e sobre as medidas de isolamento social. Entre eles a declaração dada pelo presidente em Uberlância, na semana passada: “Tem idiota nas redes sociais, na imprensa, (falando), ‘vai comprar vacina’. Só se for na cada da tua mãe”.

 

Deixe uma resposta