Paraná Pesquisas mostra empate entre três pré-candidatos em Cascavel

O apoio do prefeito Leonaldo Paranhos (Podemos), do governador Ratinho Junior (PSD) e do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) já traz impacto ao vice-prefeito Renato Silva (PL), pré-candidato na disputa da prefeitura de Cascavel nas eleições municipais de outubro. Levantamento do instituto Paraná Pesquisa mostra empate técnico entre Renato, o ex-prefeito Edgar Bueno (PSDB) e o deputado Márcio Pacheco (PP).

Na espontânea, quando não se mostra disco ou lista ao entrevistado, Edgar tem 9,3%, Renato Silva (9%), Paranhos (5,3%), Márcio Pacheco (PP), com 5,3%; a vereadora Professora Liliam (PT), 2,2%; Henrique Mecabô (Novo), 1,6%; Fernando Mantovani (MDB), 0,3% e o ex-deputado Coronel Lee (DC) com 0,1%. Não sabe/não respondeu soma 61,5%.

Na estimulada, em dois cenários, Edgar tem 30% e 30,6%, Renato com 22,6% e 23,2% e Pacheco, 19,6% e 20%. Como a margem de erro da pesquisa é de 3,9% para mais ou para menos, os três pré-candidatos estão empatados tecnicamente.

A Paraná Pesquisas entrevistou 680 eleitores de 19 a 24 de junho. Contratado pela ADI-PR (Associação dos Jornais e Portais do Paraná), o levantamento tem intervalo de confiança de 95% e margem de erro de 3,8% e foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número PR-06700/2024.Espontânea

Dois cenários

A Paraná Pesquisas entrevistou 680 eleitores de 19 a 24 de junho. O levantamento foi contratado pela ADI-PR (Associação dos Jornais e Portais do Paraná), tem intervalo de confiança de 95% e foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número PR-06700/2024.

No cenário 1, os números são os seguintes: Edgar Bueno (30%), Renato Silva (22,6%), Márcio Pacheco (19,6%), Professora Liliam (6,6%), Henrique Mecabô (3,7%), Fernando Mantovani (2,6%) e Coronel Lee (2,5%). Não sabe/Não respondeu (5,1%) e nenhum/branco/nulo (7,2%).

No cenário 2: Edgar (30,6%), Renato (23,2%), Pacheco (20%), Professora Liliam (6%), Mecabô (3,7% e Montovani (2,8%). Não sabe/não respondeu (5,4%) e nenhum/branco/nulo (7,4%).

Rejeição

O ex-prefeito Edgar Bueno é mais rejeitado pelos eleitores de Cascavel com 34%, seguido da Professora Liliam (17,2%), Márcio Pacheco (16,6%), Renato Silva (12,1%), Coronel Lee (11,6%), Montovani (11%) e Mecabô (7,8%). Não sabe/não respondeu: (5,6%) e poderia votar em todos (6,3%). Entre os três pré-candidatos que estão na liderança, Renato Silva tem a menor rejeição entre os eleitores.

 Impacto do apoio

Além de pontuar com 5,3% na espontânea, o apoio do prefeito Paranhos é o que tem maior impacto na decisão do voto dos cascavelenses. Paranhos: Com certeza votaria (35,7%), poderia votar (46,0%), jamais votaria (14,0%); Bolsonaro: com certeza votaria (29,1%), poderia votar (34,7%), jamais votaria (33,4%); Ratinho Junior: com certeza votaria (23,1%), poderia votar (47,5%), jamais votaria (24,9%); e presidente Lula (PT): com certeza votaria (16,6%), poderia votar (18,8%), jamais votaria (60,4%).

Avaliação

Paranhos também é o melhor avaliado pelos eleitores. O prefeito é aprovado por 84%, enquanto os que desaprovam somam 12,6%. Entre os conceitos ótimo (37,5%) e bom (35,6%), a administração do prefeito é aprovada 73,1%. Regular recebeu 15,7%), ruim (4,6%) e péssima (4,1%). Não sabe/não opinou (3,4%)

O governador Ratinho Júnior é aprovado por 58,7% dos cascavelenses e desaprovado 22,7%. Entre ótimo (18,1%) e bom (40,6%), o governo estadual tem 58,7% de aprovação. Regular somou 23,7%, ruim (7,5%), péssimo (7,6%) e não sabe/não opinou (3%).

O presidente é que tem menor aprovação dos eleitores cascavelenses: 34,6% aprovam e 61% desaprovam. Ótimo (7,4%) e bom (17,4%) somam 24,8%. Regular (22,4%), ruim (11,8%), péssimo (39,1% e não sabe/não opinou (2,1%).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui